Conhecido internamente como P15, o novo modelo da Ultimate Series será um super-GT de estrada orientado para pista.

A McLaren confirmou que lançará no próximo verão um novo modelo da Ultimate Series. Aquele que é descrito como o seu modelo mais extremo de sempre será, aliás, um novo topo de gama para suceder ao já descontinuado P1. Este super-GT, para já conhecido internamente pelo nome P15, será lançado antes do BP23 (2019), um sucessor espiritual do F1. Será um modelo homologado para estrada, mas destinado sobretudo para pista. Aliás, um protótipo deste supercarro de três lugares foi “apanhado” há poucas semanas em testes em Nürburgring, na Alemanha, utilizando a base de um 675LT. Estes testes visam afinar sobretudo a aerodinâmica do modelo de produção (nomeadamente, entradas de ar de grandes dimensões no “nariz” e uma asa traseira sobredimensionada), que será o mais “despido” possível e utilizará inúmeros materiais mais leves, que lhe permitam melhorar a performance. O objetivo é que pese menos de 1300 kg. O fabricante de Woking admitiu que não se importa de sacrificar algum conforto deste modelo para beneficiar as prestações desta nova aposta.

O teaser entretanto revelado mostra uma ponteira de escape central com três saídas. O P15 deverá abandonar a motorização híbrida do P1 e adotar um motor convencional, mais leve. Em causa deverá estar uma versão modificada do bloco V8 4.0 turbo (M840T) utilizado no 720S, a debitar cerca de 800 cv. A plataforma será a Monocage II em fibra de carbono. O interior será inspirado na competição, nomeadamente na configuração dos bancos. O

O P15 deverá ser limitado a 500 unidades. Todas as unidades já estão sinalizadas, sendo que os clientes serão convidados a uma demonstração privada antes do final deste ano. O nome final do carro será revelado ainda em 2017.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes